Tensão continua em alta na Cidade de Deus no Rio

0
375
Tensão continua em alta na Cidade de Deus no Rio

RIO DE JANEIRO – A situação em uma das maiores comunidades de favelas do Rio, Cidade de Deus, permanece muito tensa, na segunda-feira com os moradores relatando ouvir tiros durante as primeiras horas da manhã.

Os moradores de sábado estiveram no meio de tiros entre a polícia e dois grupos rivais do tráfico de drogas.

Sábado, um helicóptero da polícia caiu na comunidade, matando os quatro ocupantes. Os primeiros relatos eram que tinha sido abatido por narcotraficantes locais. Na manhã de domingo, os corpos de sete homens, que se diziam traficantes locais, foram encontrados com balas na comunidade. As mortes, de acordo com a mídia local, são uma retaliação para as mortes dos oficiais.

De acordo com a polícia militar do Rio, no entanto, nenhum buraco de bala foi encontrado no helicóptero ou nos corpos dos quatro policiais. Não havia guN balas nos corpos e nenhum buraco de bala encontrado na aeronave “, disse o novo secretário de Segurança do Rio, Roberto Sá, aos repórteres no domingo. O secretário de segurança no entanto foi rápido para acrescentar que era muito cedo para quaisquer resultados conclusivos e que nada estava sendo descartado.

De acordo com o porta-voz da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Major Ivan Blaz, a região tem sido palco de uma intensa guerra à droga, com traficantes de drogas locais tentando expandir sua atividade em comunidades vizinhas. “O que vemos é uma política expansionista de tráfico de drogas na Cidade de Deus”, disse o funcionário na segunda-feira de manhã em uma entrevista televisiva ao Bom Dia Rio.

Relatórios indicam que escolas e creches na comunidade foram fechados na segunda-feira por precaução.

Cidade de Deus, com uma população de mais de 40.000 pessoas, foi a segunda favela no Rio de Janeiro, a receber uma UPP (Unidade Policial Pacificadora), em 2009.


LEAVE A REPLY