S chuva causa destruição no estado do Rio de Janeiro

0
96
S chuva causa destruição no estado do Rio de Janeiro

Por Lise Alves, Repórter Colaborador Sénior

RIO DE JANEIRO – As fortes chuvas que caíram no estado do Rio de Janeiro desde sexta-feira, 11 de novembro causaram deslizamentos de terra, bloqueios de estradas e dispararam o sistema de alerta na cidade montanhosa de Petrópolis. Problemas também foram relatados em Teresópolis e na região costeira de Angra dos Reis.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a principal rodovia que levava a Teresópolis desde a cidade do Rio de Janeiro foi fechada por três horas no domingo devido a um deslizamento de terra que interrompeu o fluxo de veículos.

No Rio-Santos (BR-101), metade da rodovia teve que ser isolada devido a deslizamentos de terra perto de Angra dos Reis, ea área está em alerta. As sirenes, colocadas ao redor da região depois dos devastadores deslizamentos de lodo de 2013, que mataram dezenas de pessoas, ainda não foram usadas, mas as autoridades pedem aos moradores que permaneçam alertas e tentem permanecer fora de áreas perigosas.

Na cidade montanhosa de Petrópolis, o sistema de sirenes de alerta foi ativado na noite de domingo, alertando os moradores. Duas pessoas foram mortas, depois de um deslizamento de lama com pedras e detritos totalmente destruído três casas no bairro de Quitandinha. No verão de 2013, 28 pessoas morreram na região devido a deslizamentos de terra.

“Toda a área é muito instável. Ainda há pedras sendo desalojadas de cima “, afirmou o Coronel Rafael Simão, da Unidade de Defesa Civil do Rio, durante uma entrevista na TV com a Globo na segunda-feira. De acordo com Simão, cerca de 150 militares estão avaliando a área para ver se é seguro para os moradores permanecerem em suas casas.

Em Nova Friburgo, um popular resort de montanha, mais de sete deslizamentos de terra foram relatados por moradores, danificando várias casas no pequeno enclave.

Na área metropolitana do Rio, a chuva também causou estragos. Em Duque de Caxias, dez famílias tiveram que deixar suas casas devido ao aumento da água das fortes chuvas.

        


        

LEAVE A REPLY